sábado, 2 de agosto de 2008

De que tipo de gente eu sou?


Sou do tipo que quase não pensa muito antes de falar e mesmo assim valoriza as palavras, que às vezes diz que entendeu tudo mesmo sem ter entendido nada. Do tipo que morre de vontade e não fala, que assiste pica-pau quase todos os dias, que adora tomar licor de menta ouvindo the smiths. Do tipo de gente que gosta da madrugada, que acha que as manhãs foram feitas para dormir, as tardes para trabalhar, as noites para namorar e as madrugadas para criar - tirar o melhor de si. Do tipo que ouve Julio Iglesias e não diz a ninguém por vergonha, do tipo que dorme numa posição e acorda em outra totalmente diferente.

Sou do tipo come biscoito recheado preocupado com a gordura trans, do tipo que fala sozinho, que fala com o anjo da guarda, mas que não gosta de falar de si mesmo para os outros. Tipo de gente que gosta de dizer a verdade, que sente necessidade de ter seus momentos de solidão, que consegue andar durantes anos sem habilitação.

Sou do tipo gente que adora andar descalço, mas não consegue ficar sem sandálias em casa. Daqueles que se preocupa sempre se a gema do ovo vai estourar, que não se importa com o que as pessoas vão pensar de seus devaneios, que assiste jogo do flamengo sempre de pé, xingando os jogadores e se emocionando com as vitórias.

Sou do tipo que sente saudades e que rouba flores. Daqueles que lista loucuras que tem que fazer antes de morrer; que quase sempre sonha sabendo que está sonhando e se aproveita disso pra voar, andar em baixo d`agua e fazer tudo que não seria capaz na vida real. Daqueles que admira as coisas simples, que anda de cueca em casa, que não reclama quase nunca da vida, que canta músicas em inglês sem saber o que está cantando.

Sou do tipo que faz massagem e alonga os musculos do rosto antes de ir dormir, que discute com o controle remoto, que odeia perder no vôlei. Daqueles que não sabe odiar alguém por mais de 24 horas, que quando entra numa livraria sente a mesma emoção que uma criança quando entra num parque de diversão.

Sou do tipo que não acha graça em palhaços, que tenta não repetir os mesmos erros, que faz o sinal da cruz ao entrar na igreja, que inventa desculpas pra si mesmo pra não ir malhar no dia da preguiça. Do tipo que culpa o governo por quase tudo, que acredita em dias melhores, daqueles que já fez um gol decisivo nos jogos escolares e que nunca esquece, do tipo já tomou banho de bica, que já lavou a alma tomando banho de chuva.

Sou do tipo que ri do tempo, que sempre acorda de mau humor, que mede o tamanho do "pinto", que quer tudo na hora que deseja. Tipo de gente que ouve uma mesma música dezenas de vezes seguidas, daqueles que valoriza as amizades, daqueles que ainda acessa o irc.

Sou do tipo que não sabe viver sem internet, que tenta se por no lugar das pessoas, que na calçada com piso colorido fica procurando uma mesma cor para pisar. Daqueles que lê rotulo de quase tudo, que dorme com um travesseiro na cabeça, outro entre as pernas e mais um abraçando, tipo de gente que quer tirar o sumo do supra-sumo da vida.


P.S.: Vi num blog uma postagem do tipo e decidi tentar também.

3 comentários:

Carla disse...

Perfeito, real, simples, verdadeiro, engraçado, que nos fazem assumir e rir de frente ao pc por nos identificarem com as mesmas coisas..
Um dia eu tento fazer o meu! =)
Bjuuuu enorme meu querido..

Carla Jacyara

Anônimo disse...

Cara, vc é muito inteligente, fico pasma com teus textos...Vc é muito bom!

Vivi Carvalho disse...

Acabei de conhecer vc intimamente hummmmm... Vc escreve muito bem quase um jornalista!!!! Parabéns =D