terça-feira, 17 de junho de 2008

Mulheres? Nós entendemos!


Ontem eu e um grande amigo saímos para comer e jogar conversa fora. A princípio falamos sobre diversas coisas, porém, chegamos num assunto que emperrou, tomou quase 80% do nosso papo: as mulheres! A priore já posso adiantar que, como já era de se imaginar, chegamos a pouquíssimas conclusões a respeito da mente indecifrável "desses seres". Mas foi interessante... Nos perguntávamos sobre os tipos de mulheres, o que cada tipo procurava num homem; suas necessidades e frustrações... e, chegamos a fatídica conclusão de que não existem tipos diferentes de mulheres, mas sim, apenas idades diferentes:

a) As adolescentes (período entre os 14 e 17 anos) - As mais puras, não se preocupam muito com o dinheiro, muito mais com os sentimentos. Porém, vivem poucos momentos de carência devido "a fila que anda muito rápido", e acabam se tornando volúveis e sem se prender facilmente a um só homem. Exceto no caso desse homem ter sido seu primeiro amor; esses privilégiados sempre fogem a quaisquer regras e sempre tem cadeira cativa em seus coraçõezinhos nos quesitos prioridade e flashback.

b) As recém-adultas (período que vai dos 18 aos 22 anos) - Essas são as mais perigosas! Estão com a cabeça somente focada na liberdade, na maior idade e seus privilégios. Ao mesmo tempo que se preocupam com seus futuros, não estão muito aí pra vida amorosa; até que vivem um novo amor, agora cheio de novidades e sensualidade. Daí sofrem algumas decepções amorosas e já se intitulam maduras e donas de si mesmas. Depois, mais amores, mais decepções, mais amores, mais decepções..

c) As Adultas (período entre os 23 e 28 anos) - Agora já formadas, só pensam em "baixar o faixo"; ainda saem para as baladas, só que agora com menos frequencia e com mais amigas. Estão definitivamente focadas na caça do homem ideal. Primeira coisa que perguntam ao conhecer um cara interessante: "O que vc faz da vida?". São obcecadas por suas carreiras, por um futuro bom com um cara amável, bom de cama e sensível.

d) As Tigresas (perído entre os 29 e 33 anos) - Ih, essas são realmente "ferozes". Super decidida é seu lema. Super carente é seu dilema. Super preocupada com um marido é a prioridade! Nessa fase a procura por um bom partido ainda é grande, porém, a preocupação com estar ficando pra titia é muito maior. Isso faz com que elas sejam mais abertas, e se preocupem muito mais com o tipo de homem que com sua conta bancária. São extramente sensíveis e susceptíveis a vida a caseira a dois.

e) Não soubemos definir!


Bem, espero que as mulheres que venham a ler não se sintam estereotipadas ou ofendidas. Esse post é apenas uma remota e bem humorada visão masculina de vocês, "seres incríveis" e indispensáveis!

8 comentários:

Luciana disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk!
Sou obrigada a concordar com vc!

Marcelinha disse...

HAHAHAHHAHAHA
estou totalmente de acordo ;P

Anônimo disse...

Nossa!Como pode isso? Os homens conseguindo decifrar a mente feminina...Como vamos armar nossas estratégias de ataque e defesa...? Isso já está ficando fora do nosso controle... hehehehe .Está na hora de começarmos a complicar...kkkkkkkkkkkk :D Mas concordo com o que disse.

ClAr!ssa FrAncesinHa disse...

hahahahhahaha
eu sou a mais perigosa então néah
mais concordoo
quero liberdade sim
e nunca tive essa de sair curtindo nao
quero um amor mesmoo
daqueles de querer viver uma vidaa
bijão migoo
e aparece no meu tbm
cê nunca vai por lá
:(

Anônimo disse...

Essa foi ótima.. a letra 'e' poderia ser a soma de todas essas características. Desarmonia total! Culpa das breves 'estações' de todo mês.

Beijos gato,
Janine

Raucy Dantas disse...

CONCORDAR OU COMPLEMENTAR?
EIS A QUESTÃO! =X

A ÚNICA COISA QUE FALTOU VOCÊ COLOCAR NESSE SEU POST FOI:

- MULHER DEVIA VIM COM MANUAL DE INSTRUÇÕES DE FÁBRICA!

=x falowz guenzo ;D
abraçoooooooooooooooooooooooo =P

Thaís disse...

Nooossaaaa
Despois de tantos comentarios, se me permite, farei mais um: toda regra tem exceção rs
As mulheres sempre reclamam que os homens nao as entendem, mas eu me questiono se existe isso de entender o outro.. as pessoas nao sao conceitos para serem "entendidos", acho q o q cabe mais seria uma compreensao, uma aceitação (das diferenças) e como diria uma pessoa com conhecimento de causa, "falta paciencia"! Cada pessoa é unica (e é uma caixa de pandora). Eu acho conhecer melhor do que entender! ;)
Sim, mas.. "O que vc faz da vida?" rss
=)

Mª Clara Ventura disse...

Talvez nao sejam as idades... mas as realistas e as sonhadoras..
talvez as mais sensiveis ou as mais inteligentes...
vai saber!
nao adianta entender mesmo...